Resenhas

Amigas Para Sempre, de Kristin Hannah | Resenha

21 junho, 2021 por

Eu me lembro como se fosse ontem. Estava em um ônibus lotado, voltando da faculdade e, graças aos cosmos, sentada. Assim, eu pude ler. Na verdade, terminar de ler o meu primeiro contato com Kristin Hannah. Faz uns cinco anos desde que li As Cores da Vida. Na época, eu devorava livros num ritmo que acho que não recuperarei tão cedo. Lembro de segurar as lágrimas naquele ônibus lotado. O mesmo não aconteceu quando terminei de ler Amigas Para Sempre na segurança e privacidade do meu quarto: deixei as lágrimas caírem com vontade. No entanto, primeiro, vamos à história.

TullyeKate, assim tudo junto, as meninas da alameda Vaga-Lumes

Kate Mularkey tinha 14 anos quando a casa na frente da sua recebeu novos inquilinos. Na hora de pegar o ônibus para a escola, ela a viu. Tully Hart estava numa nova tentativa com sua mãe. Digamos que a relação de Tully com a mãe era quase inexistente, graças aos vícios da progenitora. Eram os anos 1970 e o auge dos alucinógenos. Um evento doloroso coloca as duas meninas frente a frente e, dali, nasce uma amizade que duraria décadas.

Mesmo com personalidades totalmente diferentes, uma não conseguiria mais ficar longe da outra. Os anos passaram, e elas dividiram sonhos, brigas e segredos de uma forma única e especial. Tully é uma personagem extrovertida, sem medo de colocar a cara a tapa quando se fala em perseguir seu sonho, sua carreira. Kate, por sua vez, é mais introvertida, buscando o cara ideal, seu príncipe encantado. Com todas as suas diferenças, as protagonistas de Amigas Para Sempre te fisgam numa facilidade incrível.

Amigas Para Sempre: eu e Kristin Hannah

Pelo o que percebi, é algo especial da escrita de Kristin Hannah. Lá na minha primeira leitura eu já tinha percebido, mas agora é basicamente oficial e me fez querer ler todos os livros da autora. Ela dá aquele tipo de voz que faz você esquecer que está lendo um “calhamacinho” e simplesmente a acompanha feliz (ou em lágrimas, como eu).

Além disso, a construção da história foi algo maravilhoso. Esse é um livro de jornada, não de aventura. É para seguirmos a vida de duas amigas, admirando o desenvolvimento emocional e o desenrolar das ações das duas. A cereja do sundae está na imperfeição de ambas. Elas não são santas nem completas vilãs. São seres humanos. Nós não precisamos escolher um lado, só seguimos em frente. 

Uma boa técnica, somada a uma boa história, parece ser a base dos livros de Kristin Hannah. E eu já a coloquei no meu cantinho de autoras favoritas. Por isso, já podem esperar muitas resenhas da autora por aqui, viram? Mas Amigas Para Sempre traz algo especial: tons de autobiografia que você só percebe depois, ao final na leitura, na carta da autora. Então, talvez, eu já tenha um favorito de autora favorita? 

Um pouquinho sobre a Pop Chic da Editora Arqueiro

Amigas para Sempre foi a primeira edição que li da coleção Pop Chic da Editora Arqueiro. Eles têm relançado antigas publicações e algumas novas nessa linha um pouco fora do padrão. São livros menores e mais leves, com papel amarelado. Eu confesso que, quando eles anunciaram, fiquei um pouco receosa, afinal iria acabar com a altura dos meus livros na estante. Mas, depois da experiência de ler Amigas Para Sempre nessa edição, me surpreendi. É um livro muito confortável de se ler e o aumento do número de páginas é suavizado pela diminuição do tamanho, sem deixar a diagramação muito apertada. Agora, preciso de outras edições da coleção para a altura ficar certinha na estante, não é?

Título: Amigas Para Sempre Autora: Kristin Hannah | Editora: Arqueiro | Tradutora: Cássia Zanon | Páginas: 576

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário