Blog

Intrínsecos 025: conheça a caixa | Outubro 2020

25 outubro, 2020 por

INTRÍNSECOS 025: “UMA HISTÓRIA EMOCIONANTE SOBRE UMA FAMÍLIA ENFRENTANDO OS OBSTÁCULOS DA XENOFOBIA NO JAPÃO”

A caixinha Intrínsecos 025 (Outubro/2020) traz um livro emocionante sobre a saga de uma família coreana no Japão. Além dessa história que promete muita emoção – e, inclusive, já tem adaptação garantida para a TV -, a editora Intrínseca ainda deu um spoiler do brinde deste mês (maravilhoso e necessário, por sinal), que você confere na foto abaixo:

bolsa porta-livros Brinde Intrínsecos 025

Depois de muita expectativa, vamos conhecer a caixa Intrínsecos 25 | Outubro 2020! A partir daqui, é por sua conta em risco! 😉

CONTEÚDO COM SPOILER!!! 

 

UNBOXING DA CAIXA INTRÍNSECOS 025

 

SINOPSE ‘PACHINKO’

No início dos anos 1900, a adolescente Sunja, filha adorada de um pescador aleijado, apaixona-se perdidamente por um forasteiro rico que frequenta a costa perto de sua casa, na Coreia. O gângster cuja fala emula um sotaque japonês e cujas roupas se distinguem das de todos na região promete a ela o mundo. Então Sunja engravida e descobre que ele já é casado. A jovem se recusa a ser comprada como amante, e sua vergonha e desonra em dar à luz uma criança fora do matrimônio se amainam no último minuto, com o pedido de casamento de um pastor religioso que está de passagem pelo vilarejo, rumo ao Japão. A decisão de abandonar o lar e rejeitar o homem poderoso de quem engravidou dá início a uma saga dramática que se desdobrará ao longo de gerações por quase cem anos, acompanhando
os destinos daquela criança ilegítima gerada na Coreia e de seu futuro irmão, filho do pastor.

No romance movido pelas batalhas enfrentadas pelos imigrantes, os salões de pachinko – o jogo de caça-níqueis onipresente em todo o Japão – são o ponto de convergência das preocupações centrais da história: identidade, pátria e pertencimento.

AUTORA:

Min Jin Lee é coreana, criada nos Estados Unidos desde os sete anos. A família imigrou em 1976 e se instalou no Bronx. Historiadora, com formação também em Direito, Lee recebeu ao longo da carreira prestigiosas bolsas de literatura, como a da Guggenheim Foundation. É curadora do prêmio PEN America e uma das diretoras do Conselho Nacional de Políticas Migratórias de Harvard.
Pachinko, seu segundo romance publicado,  foi finalista do National Book Award.

 

CONTEÚDO DA CAIXA:

  • Livro ‘Pachinko’, de Min Jin Lee
  • Revista Intrínsecos 025 – Outubro de 2020
  • Marcador
  • Cartão-postal com a capa que chegará nas livrarias
  • Brinde (bolsa porta-livros)

Caixa Intrínsecos 025 aberta

 

AVALIAÇÃO VAI LENDO

Em breve, vamos postar aqui no Vai Lendo a nossa resenha de Pachinko’, de Min Jin Lee. Aguardem para saber qual vai ser a nossa avaliação da leitura.

 

GALERIA DE FOTOS

 

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário