Oblivion Song, vol. 01 – Canção do Silêncio, de R. Kirkman, L. de Felici e A. Leoni | Resenha

HQ:
Robert Kirkman, Lorenzo de Felici, Annalisa Leoni

Reviewed by:
Rating:
5
On 14/06/2019
Last modified:04/08/2019

Summary:

'Canção do Silêncio' me deu o tipo de história que gosto e me deixou cheia de vontade de ler o restante. Por isso, estou aguardando ansiosamente pelo volume 2.

‘Oblivion Song’: um protagonista, dois mundos e muitos mistérios

Tive a oportunidade de ler e apreciar a HQ Oblivion Song – Canção do Silêncio, de Robert Kirkman, Lorenzo de Felici e Annalisa Leoni, publicada no Brasil pela editora Intrínseca.

E devo dizer que já estou no aguardo do volume 2.

Sinceramente, essa HQ tem tudo o que eu gosto — universos paralelos, um bom protagonista com o passado duvidoso e muitos, muitos mistérios.

Canção do Silêncio nos leva para uma Filadélfia traumatizada, depois de passar por uma tragédia na qual 300 mil de seus moradores desapareceram misteriosamente. E foram parar em Oblivion, que é um lugarzinho, digamos assim… bem cruel. Trata-se de outra dimensão repleta de criaturas terríveis — feias que doem — e que logo adotam a prática de caçar os seres humanos que caíram lá de paraquedas. Bom, a história se passa uma década depois desse incidente bem assustador — imagina só se isso acontece hoje em dia, credo! —, e o governo já desistiu de encontrar e trazer essas pessoas de volta. Mas não o nosso herói Nathan Cole, que persiste, mesmo sozinho, fazendo viagens perigosíssimas até Oblivion para tentar encontrar e trazer de volta quantos puder.

Mas será só isso? Será que o nosso herói lindo e cheiroso está fazendo tudo isso, desafiando o próprio governo dos Estados Unidos, por puro altruísmo? Será? SERÁ???

Descubra hoje no Globo Repórter…

Brincadeirinha.

Na verdade, nem eu sei. Esse primeiro volume termina dando um ganchinho sobre isso, mas nenhuma certeza. Eu acho que tem alguma por trás dessa fachada dele de herói, hein. Mas, conjecturas à parte, eu gostei muito desse primeiro volume porque, como eu já disse, tem muitos elementos que eu gosto nesta história. E, além disso, o andamento da trama está bem feito, de uma forma que não se torna cansativa e, ao mesmo tempo que desvenda alguns mistérios, já faz surgir novas perguntas.

Dentre os personagens, temos alguns bem promissores. Entretanto, admito que não achei nenhum deles muito desenvolvido nesse primeiro volume, mas imagino que isso vá mudar nos próximos, porque praticamente todos eles têm muita história e, já neste primeiro livro, deixam o leitor se perguntando o que aconteceu com eles nos dez anos que se passaram.

E temos um final — se bem que eu acho que não é certo chamar de final — que nos deixa cheios de perguntas, teorias, suspeitas e quando é que vai ser lançado o segundo volume??

No que concerne à arte, eu vou ser sincera e admitir que não curto esse traço. Mas devo dizer que não consigo imaginar uma arte que se encaixaria melhor nessa história. E, quanto ao trabalho da editora, só tenho elogios. Toda a HQ está muito bem feita.

Canção do Silêncio me deu o tipo de história que gosto e me deixou cheia de vontade de ler o restante. Por isso, estou aguardando ansiosamente pelo volume 2.

'Canção do Silêncio' me deu o tipo de história que gosto e me deixou cheia de vontade de ler o restante. Por isso, estou aguardando ansiosamente pelo volume 2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.