Revival, de Stephen King | Resenha

Review of: Revival
book:
Stephen King

Reviewed by:
Rating:
5
On 01/02/2016
Last modified:03/02/2016

Summary:

'Revival': uma obra eletrizante e perturbadora do mestre do terror

‘Revival’: uma obra eletrizante e perturbadora do mestre do terror

Encontros. Um instante em que dois ou mais indivíduos têm seus destinos cruzados. Grande parte deles pode até ser insignificante, mas, às vezes, é capaz de transformar radicalmente uma vida. Coincidências ou obra de um roteiro divinamente pré-determinado? Uma pessoa pode marcar essa trajetória. Modificar o pensamento do outro, resvalando em atitudes. Quem nunca sentiu esta ligação com alguém? Meio tenso, não? Revival, de Stephen King e publicado pela Suma de Letras, percorre a estranheza do elo que une as pessoas, abordando vícios, fé, eletricidade e questionando a existência humana.

Jamie Morton tinha seis anos quando encontrou pela primeira vez o reverendo Charles Jacobs, que acabara de se mudar com sua bela esposa e filho com a missão de reascender a fé em uma cidadezinha da Nova Inglaterra. A empatia entre os dois foi instantânea. Em pouco tempo, os discursos do  jovem pastor contagiaram a todos e encheram a igreja. A comunidade vivia em paz, até que uma fatalidade arrasa a família do pastor, culminando na expulsão do mesmo da congregação. Após o incidente, Jamie ficou décadas sem vê-lo, até que, aos 30 e poucos anos, completamente perdido na vida, drogado, reencontra o antigo pastor, que o ajuda e lhe dá uma nova chance. A partir daí, o elo entre eles se fortalece, e o modo como Jamie vê o mundo nunca mais será o mesmo; o sentido da vida poder se bem mais aterrorizante/”eletrizante” do que ele imagina.

Facebook Suma de Letras
Divulgação do livro ‘Revival’, de Stephen King / Fonte: Facebook Suma de Letras

Em Revival, as passagens temporais acontecem próximas aos reencontros de Jamie com Charles Jacobs – ou  a algo sombrio relacionado ao antigo pastor -, e conduzem a narrativa. É interessante observar o envelhecimento do protagonista (nos capítulos finais), assim como a evolução do elo entre os dois, que cada vez fica mais intenso e sinistro. Esses são pontos muito bem tralhados no livro. A escrita de Stephen King, como não poderia ser diferente, é absurdamente envolvente. É impressionante a facilidade do autor de prender o público nas páginas (O.K., eu ainda me surpreendo com este talento).

Apesar de não ser profundo conhecedor da obra de King, ainda, já consumi diversos filmes baseados nos seus romances e notei que alguns detalhes presentes em Revival aparecem em outros trabalhos do autor. O mais descarado é a citação do parque Joyland, que dá título a outra publicação lançada em 2015, também pela Suma de Letras. Além disso, algumas situações, como lidar com a perda ou a reclusão em construções isoladas, são “revividas” no livro. Pesquisando na internet, é possível identificar inúmeras outras. Certamente, os fãs fervorosos vão se deliciar ainda mais com a leitura.

Revival aborda muito a fé, a religião.O que acontece depois da morte? Um assunto que desperta grande curiosidade e tensão, o condutor do medo na obra de Stephen King. O livro também contempla elementos do grotesco, destacando a ousadia e a criatividade do autor, que se misturam a uma reflexão pouco usual sobre a temática. Isto é o mais desconfortável de toda a experiência de leitura. Um prato cheio para o gênero, no qual é crucial trazer o desconforto. Tirar o leitor da quietude de ler um livro para embarcar em pensamentos aterrorizantes.

Como se não bastasse toda a tensão do clímax da história (o momento da grande revelação), o capítulo final traz algumas cenas chocantes. Pois é, quando o leitor pensa que acabou, King brinda o público com uma série de eventos de cair o queixo. Plausível, porém, exagerada. Mas é uma questão pessoal. Analisando puramente pelo lado do terror – de, quanto mais atrocidades, melhor – digamos que seja, de fato, um final esplendoroso. Aliás, a obra como um todo. Revival é uma ótima oportunidade para quem deseja se envolver em uma trama aterrorizante, escrita pelo mestre.

Banner Saiba onde comprar

FnacLivraria CulturaLivraria da FolhaLivraria da TravessaSaraivaSubmarino

Revival Ficha Técnica

 

 

 

 

 

'Revival': uma obra eletrizante e perturbadora do mestre do terror

Daniel Lanhas

Apaixonado por histórias, tramas e personagens. É o tipo de leitor que fica obsessivamente tentando adivinhar o que vai acontecer, porém gosta de ser surpreendido. Independente do gênero, dispensando apenas os romances melosos, prefere os livros digitais aos impressos, pois, assim, ele pode carregar para qualquer lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.