O Doutrinador, de Luciano Cunha|Resenha

Após mais uma ida à Livraria Cultura do Centro da cidade, ao olhar os quadrinhos, como de costume, dei de cara com O Doutrinador. Pode ser falha minha, mas nunca tinha ouvido falar. A revista é, na verdade, uma compilação de publicações das páginas no Facebook (e só por lá). Mais do que isso: Luciano Cunha, o autor, chegou a enviar sua história para 11 editoras, que, apesar de gostarem da obra, ficaram com medo de processos.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Explico: o Doutrinador é um justiceiro que, p@#* da vida com a corrupção e com a falta de providências, resolve matar os políticos, empreiteiros e quem mais tiver o rabo preso – inclusive, um pastor evangélico. Tem uma pegada V de Vingança, com um quê de Jason Bourne. Acima de tudo, tem essa raiva, o sentimento que o move a matar, matar, matar e fazer justiça. Não concordo com essa história de fazer justiça com as próprias mãos. Mas posso me identificar com a fúria dele diante da impunidade, da falta de humanidade desses caras que, em nome da ganância, não querem nem saber se tem gente morrendo, seja de fome, de sede, de doença, e sem hospital.

Foto: Mabi
Foto: Mabi

Os desenhos, por sua vez, são muito bem feitos, para quem gosta de HQ. Nada muito poluído. E descobri também que já existe um segundo volume, escrito em parceria com o Marcelo Yuka (ex-O Rappa). Mas, apesar de ter procurado feito louca, não encontrei, provavelmente pelo simples fato de o cara ter bancado a publicação do próprio bolso. Talvez, ele não quisesse que as distribuidoras levassem a maior parte da grana – justo. A quem interessar possa, meu volume, como eu já disse, foi comprado na livraria Cultura do Centro (embora não conste online). Porém, a história toda do primeiro volume pode ser encontrada lá no site do livro: http://www.gringagem.com.br/d/index.html.

Mabi

Leitora que se tornou produtora editorial para poder ler também durante o expediente (e ainda ser paga para isso). Mãe do Pedrinho, que já está viciado em Turma da Mônica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.