Os 10 livros nerds imprescindíveis

Conheça os clássicos da literatura nerd

Se você é um nerd, ou se considera um, provavelmente já deve ter lido alguma daquelas obras consideradas imprescindíveis para a formação dos que são ávidos pelo conhecimento e buscam se aprofundar em assuntos relacionados à ficção científica, tecnologia e principalmente literatura fantástica. Na #SemanaNerdVL não poderíamos deixar de falar sobre os livros que nos apresentaram novos mundos, línguas, espécies e personagens inspiradores e inesquecíveis e reuniram uma legião diferenciada de fãs. Por isso, o Vai Lendo fez uma lista dos 10 livros nerds (e 1 bônus) mais representativos da literatura. Confira e descubra o quão nerd você é. Sentiu falta de algum título? Comente!

1) ‘O Guia do Mochileiro das Galáxias’, de Douglas Adams

Série "O Guia do Mochileiro das Galáxias", de Douglas Adams / Divulgação
Série “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, de Douglas Adams / Divulgação

No final da década de 1970, quando os primeiros capítulos de O Guia do Mochileiro das Galáxias foram enviados para a rádio BBC em Londres, ninguém imaginava que seria um sucesso estrondoso em pouco tempo. A combinação bem sucedida de ficção e comédia harmonizou perfeitamente. Na sequencia, Douglas Adams escreveu a lendária série de cinco livros que vendeu mais de quinze milhões de cópias pelo mundo. Mestre da sátira, Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da alta cultura e de diversas instituições atuais. Seus livros, que tratam em última instância da busca do sentido da vida, não só divertem como também fazem pensar.

Leia também: O Guia do Mochileiro das Galáxias: a formação de um nerd 

2) ‘O Senhor dos Anéis’, de J. R. R. Tolkien

'O Senhor dos Anéis', de J. R. R. Tolkien  / Divulgação
‘O Senhor dos Anéis’, de J. R. R. Tolkien  / Divulgação

 

Numa cidadezinha indolente do Condado, um jovem hobbit é encarregado de uma imensa tarefa. Deve empreender uma perigosa viagem através da Terra-média até as Fendas da Perdição, e lá destruir o Anel do Poder – a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro.

Continuação de O Hobbit e início da trilogia O Senhor do Anéis, o livro revela como surgiram os anéis mágicos e como um grupo de magos, elfos e outros seres se formou para impedir que o maligno Sauron dominasse toda a Terra Média.

3) ‘1984’, de George Orwell

'1984', de George Orwell / Divulgação
‘1984’, de George Orwell / Divulgação

Winston, herói de 1984, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que ‘só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade – só o poder pelo poder, poder puro.’

4) ‘Viagem ao Centro da Terra’, de Julio Verne

 'Viagem ao Centro da Terra', de Julio Verne / Divulgação
‘Viagem ao Centro da Terra’, de Julio Verne / Divulgação

Numa pequena casa em um velho e tradicional bairro de Hamburgo, o jovem Axel, tímido e inseguro, trabalha com seu tio, o irascível professor Lidenbrock, geólogo, e sua discípula, a eficiência Graüben.

Em um velho manuscrito, Lidenbrock encontra um criptograma feito por Arne Saknussemm, célebre cientista islandês do século XVI, com a bombástica revelação de que, pela chaminé da cratera do extinto vulcão Sneffels, na Islândia, era possível penetrar até o centro da Terra e que ele – Saknussemm – havia comprovado este fato.

5) ‘Neuromancer’, de  William Gibson

'Neuromancer', de  William Gibson / Divulgação
‘Neuromancer’, de William Gibson / Divulgação

No futuro, existe a matrix. Uma espécie de alucinação coletiva digital na qual a humanidade se conecta para, virtualmente, saber de tudo sobre tudo. Mas há uma elite que navega por essa grande rede de informação: são os cowboys. Case era um deles, até o dia em que tentou ser mais esperto do que os seus patrões. Que fritaram suas conexões com o ciberespaço, tornando-o um pária entre os seus iguais. Ele vaga pelos subúrbios de Tóquio, mais envolvido do que nunca em destruir a si próprio, até ser contatado por Molly, uma bela e perigosa mulher que, assim como ele, desconfia de tudo e de todos. Os dois acabam se envolvendo numa missão cheia de mistérios e perigos.

Eleito pela revista Time como um dos 100 mais importantes romances em língua inglesa do século passado, o romance de estréia de Gibson é o primeiro volume da chamada Trilogia do Sprawl, que ainda inclui os livros Count Zero e Mona Lisa Overdrive.

6) ‘As Crônicas de Gelo e Fogo’, de George R. R. Martin

 'As Crônicas de Gelo e Fogo', de George R. R. Martin / Divulgação
‘As Crônicas de Gelo e Fogo’, de George R. R. Martin / Divulgação

O livro A Guerra dos Tronos narra uma história de aventura fantástica que mistura batalhas épicas e que virou uma série de sucesso na TV.

A Guerra dos Tronos é o primeiro volume da série As Crônicas de Gelo e Fogo, escrito pelo norte-americano George R. R. Martin. O livro narra a história de lorde Eddard Stark, que está tentando descobrir a verdade sobre um assassinato no castelo de seu grande amigo, o rei Robert Baratheon. Para isso, ele vai ter que enfrentar pessoas poderosas, que farão de tudo para tirá-lo do caminho.

7) ‘Duna’, de Frank Herbert

 'Duna', de Frank Herbert / Divulgação
‘Duna’, de Frank Herbert / Divulgação

A vida do jovem Paul Atreides está prestes a mudar radicalmente. Após a visita de uma mulher misteriosa, ele é obrigado a deixar seu planeta natal para sobreviver ao ambiente árido e severo de arrakis, o planeta deserto. Envolvido numa intrincada teia política e religiosa, Paul divide-se entre as obrigações de herdeiro e seu treinamento nas doutrinas secretas de uma antiga irmandade, que vê nele a esperança de realização de um plano urdido há séculos.

Ecos de profecias ancestrais também o cercam entre os nativos de arrakis. Seria ele o eleito que tornaria viáveis seus sonhos e planos ocultos? Ao lado das trilogias fundação, de Isaac Asimov, e o senhor dos anéis, de J. R. R. Tolkien, duna é considerada uma das maiores obras de fantasia e ficção científica de todos os tempos. Um premiado best-seller já levado às telas de cinema pelas mãos do consagrado diretor David Lynch.

8) ‘2001 – Uma Odisséia No Espaço’, de Arthur C. Clarke

'2001 - Uma Odisséia No Espaço', de Arthur C. Clarke / Divulgação
‘2001 – Uma Odisséia No Espaço’, de Arthur C. Clarke / Divulgação

No alvorecer da humanidade, a fome e os predadores já ameaçavam de extinção a incipiente espécie humana. Até que a chegada de um objeto impossível, além da compreensão das mentes limitadas do homem pré-histórico, prenunciasse o caminho da evolução. Milhões de anos depois, a descoberta de um enigmático monolito soterrado na Lua deixa os cientistas perplexos. Para investigar esse mistério, a Terra envia para o espaço uma nave tripulada por uma equipe altamente treinada, assistida por um computador autoconsciente. Do passado distante ao ano de 2001, da África a Júpiter, dos homens-macacos à inteligência artificial HAL 9000, penetre a visão de um futuro que poderia ter sido, uma sofisticada alegoria sobre a história do mundo idealizada pela mente brilhante de Arthur C. Clarke e imortalizada nas telas do cinema por Stanley Kubrick.

9) ‘Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?’, de Philip K. Dick

'Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?', de Philip K. Dick / Divulgação
‘Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?’, de Philip K. Dick / Divulgação

Rick Deckard é um caçador de recompensas. Ao contrário da maioria da população que sobreviveu à guerra atômica, não emigrou para as colônias interplanetárias após a devastação da Terra, permanecendo numa San Francisco decadente, coberta pela poeira radioativa que dizimou inúmeras espécies de animais e plantas.

Na tentativa de trazer algum alento e sentido à sua existência, Deckard busca melhorar seu padrão de vida até que finalmente consiga substituir sua ovelha de estimação elétrica por um animal verdadeiro; um sonho de consumo que vai além de sua condição financeira.

Um novo trabalho parece ser o ponto de virada para Rick: perseguir seis androides fugitivos e aposentá-los. Mas suas convicções podem mudar quando percebe que a linha que separa o real do fabricado não é mais tão nítida como ele acreditava.

Em Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?, Philip K. Dick cria uma atmosfera sombria e perturbadora para contar uma história impressionante, e, claro, abordar questões filosóficas profundas sobre a natureza da vida, da religião, da tecnologia e da própria condição humana.

10) ‘Fundação’, de Isaac Asimov

'Fundação', de Isaac Asimov / Divulgação
‘Fundação’, de Isaac Asimov / Divulgação

Obra máxima do escritor Isaac Asimov, os três livros que compõem a Trilogia da Fundação foram eleitos, em 1996, a melhor série de ficção científica e fantasia de todos os tempos, superando concorrentes de peso como ‘O Senhor dos Anéis’, de J.R.R. Tolkien, e John Carter de Marte, de Edgard Rice Burroughs. Isso não se deve apenas à combinação perfeita de conflitos épicos e tramas profundas, sempre recheadas de mistério e muita ação, mas também ao fabuloso trabalho de pesquisa e às referencias envolvidas em sua criação.

+ Bônus

‘Eu, Robô’, de Isaac Asimov

'Eu, Robô', de Isaac Asimov / Divulgação
‘Eu, Robô’, de Isaac Asimov / Divulgação

Sensíveis, divertidos e instigantes, os contos de Eu, Robô são um marco na história da ficção científica, seja pela introdução das célebres Leis da Robótica, pelos personagens inesquecíveis ou por seu olhar completamente novo a respeito das máquinas. Vivam eles na Terra ou no espaço sideral; sejam domésticos ou especializados, submissos ou rebeldes, meramente mecânicos ou humanizados, os robôs de Asimov conquistaram a cabeça e a alma de gerações de escritores, cineastas e cientistas, sendo até hoje fonte de inspiração de tudo o que lemos e assistimos sobre essas criaturas mecânicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.