Resenhas

Uma Mulher no Escuro, de Raphael Montes | Resenha

04 junho, 2021 por

‘Uma Mulher no Escuro’: um thriller psicológico arrebatador

Um crime brutal. Victoria Bravo tinha quatro anos quando um homem mata a facadas a sua família e picha os seus rostos com tinta preta. Única sobrevivente, ela agora é uma jovem repleta de traumas, com pesadelos frequentes e sérias dificuldades para se relacionar. Um dia, o passado bate à sua porta e ela precisará lidar com suas questões para poder seguir em frente.  Mas em quem confiar?  Uma Mulher no Escuro, de Raphael Montes, publicado pela Companhia das Letras, é um thriller psicológico que envolve já nas primeiras páginas. Uma escrita tensa, ágil. Uma trama repleta de reviravoltas.

Presente e Passado

Ao mesmo tempo que o leitor acompanha a volta do pixador e os dramas de Vic, é completamente envolvido pela trama do passado. Quem foi esse sujeito?  Quais as razões do crime?

Mesclando presente e passado, Raphael Montes prende a atenção do público nas duas linhas temporais da narrativa. Uma escolha acertada e bem executada, que proporciona uma total imersão na história. Sem contar a agilidade que dá à leitura. Um ritmo frenético. A adrenalina vai a mil.  Em nenhum momento a leitura fica arrastada. Pelo contrário, é incendiária.

Conjunto da obra

Uma Mulher no Escuro é um livro curto que, ao mesmo tempo, é repleto de ação, bem descritivo e trabalha bem os personagens. Um desenvolvimento cirúrgico. Vic, a primeira protagonista mulher do autor, é muito bem construída, assim como os personagens masculinos que a cercam.

A boa ambientação é outro ponto de destaque. Já havia mencionado isso na resenha de Jantar Secreto. É algo que eu gosto nas narrativas de Raphael Montes. Para uma história de crime é fundamental ter elementos da cidade.  Traz veracidade, familiaridade e identificação. Sem dúvidas, aumenta a tensão, afinal, o crime ocorreu próximo ao leitor, no meu caso, na cidade onde moro.

Surpresas

A surpresa é um elemento chave para o suspense, assim como as reviravoltas. Uma Mulher no Escuro livro é repleto delas. A cada capítulo, uma revelação que muda os rumos da narrativa.

Acertei boa parte das minhas suspeitas. O que, de certa forma, me causaria certa decepção. Como já falei antes (em outras resenhas), gosto de ser surprendido. Entretanto,  a narrativa é tão boa, tão instigante, que eu, mesmo assim, estava amando. Um detalhe final, contudo, me surpreendeu, me arrematando de vez.

Serei honesto. Estava um pouco saturado de histórias de crimes, mistérios.  Nos últimos anos, li muitos títulos do gênero. Mas Uma Mulher no Escuro deu um gás.  Ainda não li os primeiros livros de Raphael Montes, mas já coloquei na minha lista.

Título: Uma Mulher no Escuro Autor: Raphael Montes | Editora: Companhia das Letras | Páginas: 256

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário