Resenhas

Promessa de Pai, de Joe Biden | Resenha

06 dezembro, 2020 por

A primeira vez que li Promessa de Pai, escrito por Joe Biden, publicado no Brasil pela editora Intrínseca, foi uma experiência e tanto. A segunda vez também. Foi durante a semana de apuração dos votos da eleição americana, que confirmou Biden como o novo presidente dos Estados Unidos, que fiz a primeira leitura do livro e foi muito interessante acompanhar este evento histórico enquanto descobria quem era o homem que comandaria a maior potência do mundo.

Nem sempre sento para escrever uma resenha imediatamente após o término da leitura. Gosto de esperar alguns dias para processar todas as informações da narrativa, mas, quando fui discorrer sobre a obra, não encontrava as palavras corretas para descrever a história. Não me senti tão conectada com o enredo como anteriormente e o texto não fluiu.

Decidi esperar mais alguns dias antes da minha segunda tentativa. Reli todo o livro e, no dia seguinte, escrevi a resenha. Posso afirmar que a segunda leitura foi uma experiência tão interessante quanto a primeira, já que agora estou lendo Minha História, a autobiografia de Michelle Obama. Estou achando muito interessante descobrir como foi a experiência da presidência de Obama para as duas figuras mais próximas dele.

O primeiro pensamento que passou pela minha cabeça quando recebi o exemplar de Promessa de Pai foi:  nossa, que livro pequeno! São 255 páginas, no total, então imaginei que o livro não discorreria sobre toda a vida de Biden, uma vez que não havia espaço suficiente para isto. A essência da narrativa foi a sua jornada e a da sua família, enquanto seu filho mais velho, Beau, lutava contra um câncer cerebral. Contudo, é claro que Biden falaria sobre sua carreira política, já que a sua vida e a política são quase a mesma coisa, afinal Biden foi senador durante 36 anos, antes de assumir a vice-presidência do governo Obama, durante oito anos, posição que cumpria quando Beau foi diagnosticado com um glioblastoma.

O que mais me surpreendeu nesta história é o quão humano e vulnerável Biden se mostra e também tamanha a força e a união de sua família. Como eles são uma estrutura firme e forte em que um se apoia e pode contar com o outro para tudo e para qualquer coisa.

No fim das contas, esta é uma história de superação e de esperança. É um livro muito sensível e delicado e uma delícia de ler. Me emocionei. Me identifiquei. Fiquei admirada pela pessoa de Biden. Adorei a mensagem da força da família, da força de um sonho e de correr atrás dele, da determinação e, sobretudo, da esperança. Meu coração partiu em pequenos pedacinhos durante a narrativa, mas foi grudado de volta no final.

Título: Promessa de Pai | Autor: Joe Biden | Editora: Intrínseca | Tradutor: Alexandre Raposo, Bruno Casotti e Jaime Biaggio | Páginas: 256

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário