Blog

Quotes: Redoma, de Meg Wolitzer

05 junho, 2020 por
Separei para a última postagem da semana especial alguns dos meus quotes favoritos de Redoma, de Meg Wolitzer, publicada pela Editora Alt, apesar de ter que omitir alguns para não dar spoilers. Deixei para o fim justamente para encerrar com uma mensagem positiva de enfrentamento da depressão.

Mudar pode ser crucial. Tudo está mudando o tempo todo. Suas células estão mudando neste exato minuto. A vista da janela é um pouco diferente do que era há alguns segundos.” Pág. 60.

 

– Sinto como se o luto fosse uma enorme parte de tudo – declaro numa explosão. – Mas que você deve agir como se não fosse. Tipo, se você perde alguém, como pode se preocupar com as coisas estúpidas do dia a dia? Tipo, se uma prova vai ser difícil, se você tem pontas duplas no cabeło ou se discutiu com uma amiga. Como Sylvia Plath, ou Esther Greenwood em A redoma de vidro, cujo pai também morreu, poderiam apenas estar no mundo?” Pág. 106.

 

Às vezes achamos que as pessoas estarão ali para sempre e então de repente as perdemos.” Pág. 221.

 

Qualquer pessoa que se torne um especialista em Plath, como todos vocês se tornaram, perceberá que o que ela tinha, em primeiro lugar, era uma voz.” Pág. 269.

 

Os livros acendem o fogo. Seja um livro já escrito ou um diário em branco que precise ser preenchido.” Pág. 271.

 

Também sei que a dor pode parecer uma linha sem fim. Você pode puxá-la indefinidamente. Você continua puxando, e, à medida que a recolhe, você de fato não consegue acreditar que há algo no fim. Algo que não seja apenas mais dor.

Mas sempre há algo no fim, algo ao menos um pouco diferente. Você nunca sabe o que é, mas está lá.” Pág. 273-274.

 

Mas todos sabem que evitar a dor é impossível. E eu acho que saber disso, além das experiências que vocês viveram, faz com que vocês não sejam frágeis. Isso os torna corajosos.” Pág. 274.

 

As palavras são importantes.” Pág. 276.

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário