Resenhas

Em Algum Lugar nas Estrelas, de Clare Vanderpool | Resenha

14 abril, 2020 por
Livro:
Clare Vanderpool

Reviewed by:
Rating:
5
On 14/04/2020
Last modified:14/04/2020

Summary:

Mais uma obra magnífica de Clare Vanderpool que leio. Adoraria ler outros títulos dessa autora, que parece saber muito bem o que está fazendo. Este livro consegue ser sensível, profundo e bonito.

Já havia um tempo que eu tinha o livro Em Algum Lugar nas Estrelas, de Clare Vanderpool — autora também de Minha Vida Fora dos Trilhos —, publicado pela Darkside Books. Mas eu não costumo ler mais de um livro do mesmo autor em um período curto de tempo — salvo raras exceções. Então, levei um bom tempo até pegar Em Algum Lugar nas Estrelas para ler.

Em Algum Lugar nas Estrelas tem como protagonista o garoto Jack Baker, que está passando por um momento difícil, depois da súbita morte da sua mãe e de ser obrigado a se mudar para o Maine com o pai, que passa muito tempo longe para conhecer realmente o filho. E não é só isso. Jack ainda tem que se adaptar ao novo ritmo e aos novos colegas no colégio militar. Mas eu diria que as coisas ficam um pouco melhores quando ele conhece o enigmático Early Auden.

A história tem um início bem monótono, eu diria, o que pode ser um problema para o leitor que demanda grandes questões e emoções logo de cara. Eu acho que para ler Em Algum Lugar nas Estrelas é preciso ter um pouco de perseverança. E, no meu caso, essa perseverança foi recompensada quando o Early entrou na história.

Eu absolutamente adoro o Early. Ele é muito fascinante e rouba a cena completamente depois que aparece. Os diálogos dele são sempre muito interessantes e eu realmente admiro a forma como a autora conseguiu criar um personagem como ele — acho que só quem ler o livro vai entender tudo o que eu quero dizer aqui. E, como se não bastasse ser uma incógnita incrível, Early ainda dá à história a única coisa que estava faltando — porque um personagem complicado e cheio de dúvidas e problemas ela já tem. Ele dá à história um objetivo.

É o Early que propõe e inicia a grande jornada que mudará a vida dele e a do protagonista para sempre. A grande importância de Jack está no fato de ter que decidir segui-lo ou não.

E ele decide seguir. Ainda bem.

E intrinsecamente à jornada pelos rios, florestas e montanhas do Maine, Early também nos oferece uma história paralela. A história de Pi — que pode ser visto tanto como o complexo número Pi, que também tem a sua importância na história, quanto como um personagem em si, com uma vida, emoções e desafios.

Eu vi muita semelhança entre Em Algum Lugar nas Estrelas e Minha Vida Fora dos Trilhos na forma como o enredo é construído e como ele se desenrola — o início é cheio de perguntas e sem nenhuma resposta e isso se mantém durante toda a primeira metade do livro; as respostas só vêm da segunda metade do livro em diante. Ambas as histórias têm um início — e um passado — bem conturbado e, talvez, até triste, mas o final é o melhor possível. E as duas têm revelações muito chocantes e, a meu ver, são ambas muito delicadas e sensíveis. Elas mostram o ser humano e seus problemas. E toda a magia envolvida nisso é a mesma magia que nós temos na vida real — aquela magia que nós mesmo criamos. E eu acho isso muito lindo, principalmente porque Clare Vanderpool sabe trabalhar com isso muito bem.

Acho que quem leu e gostou de Minha Vida Fora dos Trilhos vai curtir bastante Em Algum Lugar nas Estrelas.

Quanto ao trabalho da editora, está absolutamente lindo! Em Algum Lugar nas Estrelas tem uma das capas mais bonitas que eu tenho o prazer de abrigar na minha estante. E todo o miolo do livro está excelente. Eu parabenizo e muito o trabalho da Darkside Books.

Depois de já ter lido um livro da autora, eu tinha certa expectativa com a leitura de Em Algum Lugar nas Estrelas. Mas, ainda assim, fiquei impressionada e apaixonada pelo livro e por essa história tão bonita e tão cheia de maravilhas. Recomendo muito a leitura.

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário