Lançamentos de fevereiro: Grupo Companhia das Letras

Semana boa é aquela que começa com livros novos!

Seguindo a nossa série de matérias sobre alguns dos principais lançamentos do ano, agora é a vez dos títulos preparados pelo Grupo Companhia das Letras.

Temos desde clássicos a livros para refletir e se emocionar e aquelas para levar para  vida, empoderados e necessários!

Confira a lista abaixo:

Editora Seguinte

Mulheres na Luta – 150 Anos em busca de liberdade, igualdade e sororidade (Marta Breen e Jenny Jordahl) – Lançamento: 21/02

Foto: Divulgação

SINOPSE:

Há 150 anos, a vida das mulheres era muito diferente: elas não podiam tomar decisões sobre seu corpo, votar ou ganhar o próprio dinheiro. Quando nasciam, os pais estavam no comando; depois, os maridos. O cenário só começou a mudar quando elas passaram a se organizar e a lutar por liberdade e igualdade.

Neste livro, Marta Breen e Jenny Jordahl destacam batalhas históricas das mulheres — pelo direito à educação, pela participação na política, pelo uso de contraceptivos, por igualdade no mercado de trabalho, entre várias outras —, relacionando-as a diversos movimentos sociais. O resultado é um rico panorama da luta feminista, que mostra o avanço que já foi feito — e tudo o que ainda precisamos conquistar.

 

Companhia das Letras

O Corvo (Edgar Allan Poe) – Lançamento: 08/02

Foto: Divulgação

SINOPSE:

“A morte de uma mulher bela é, sem sombra de dúvida, o tema mais poético do mundo.” Assim Edgar Allan Poe justificaria a gênese de “O corvo”, poema publicado sob pseudônimo originalmente em 1845. Mas o que faz com que esses versos hipnotizantes sobre perda e desejo, escritos de modo tão calculado pelo mestre do terror há quase dois séculos, tenham merecido tantos elogios e tamanha controvérsia?

Nesta edição, o leitor vai conhecer as traduções mais notáveis de “O corvo” para a nossa língua — as de Fernando Pessoa e Machado de Assis —, analisadas pelo poeta, tradutor e professor Paulo Henriques Britto, que também traduz três textos fundamentais de Poe sobre poesia (“A filosofia da composição”, “A razão do verso” e “O princípio poético”) e examina a faceta ensaística do escritor.

 

Livre Para Voar (Ziauddin Yousafzai e Louise Carpenter) – Lançamento: 11/02

Foto: divulgação

SINOPSE:

Ziauddin Yousafzai tem motivos de sobra para ser um pai orgulhoso: Malala sobreviveu a um atentado do Talibã, ingressou na prestigiosa Universidade de Oxford e se tornou a mais jovem vencedora do prêmio Nobel da paz e uma das principais vozes da luta pelos direitos das mulheres.

O que ele fez para criar uma menina tão extraordinária? A resposta é mais trivial do que se imagina: educou-a com amor, incentivo e gentileza — e sobretudo com a convicção de que sua filha era digna das mesmas oportunidades que os meninos recebem.

Livre para voar é o relato inspirador de um menino gago que cresceu em uma pequena vila no Paquistão e se tornou um dos grandes ativistas pela igualdade de gênero. Exemplo para os pais que querem que seus filhos façam a diferença, Ziauddin mostra como o respeito e a educação são capazes de criar um mundo melhor para todas as crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.