Resenhas

Temporada de Acidentes, de Moïra Fowley-Doyle | Resenha

20 maio, 2016 por
book:
Moïra Fowley-Doyle

Reviewed by:
Rating:
4
On 20/05/2016
Last modified:05/03/2017

Summary:

Um Young Adult mais sombrio, cheio de segredos e acidentes!

‘Temporada de Acidentes’: uma narrativa cheia de segredos e, claro, acidentes

'Temporada de Acidentes', de / Divulgação

‘Temporada de Acidentes’, de Moïra Fowley-Doyle / Divulgação

Proteja as quinas das mesas, evite acender o fogão e tire as facas de circulação. Cuidado! Se for sair de casa, coloque roupas em excesso e evite também praticar exercícios. Todo ano é a mesma coisa. Outubro chega e começa a “temporada de acidentes”, evento misterioso que assola Cara e sua família, tornando-os vulneráveis a qualquer tipo de acidente, e dá título a obra de Moïra Fowley-Doyle, publicada pela editora Intrínseca. Em alguns anos, apenas cortes e arranhões, em outros, até a morte, como aconteceu com o pai de Cara e com tio Seth.

Esses são os piores anos e este também promete…

Tenso, não? Mas, calma, a história fica ainda melhor! Na temporada de acidentes deste ano, Cara faz uma descoberta assustadora. Vasculhando suas fotos pessoais, ela descobre que em todas uma figura se faz presente: Elsie, uma menina sem muitos amigos que estuda na mesma escola. Quando Cara vai questionar essa “coincidência”, Elsie desaparece e ninguém tem muita informação sobre ela. Ao lado da irmã, Alice, do irmão postiço, Sam, e da amiga Bea, Cara começa uma busca para desvendar este mistério, ao mesmo tempo em que tenta driblar os acidentes do mês de outubro. Neste percurso, segredos vêm à tona e a narrativa fica cada vez mais interessante.

A leitura é frenética!

Não dá para desgrudar de Temporada de Acidentes. A cada página, você se envolve mais com a obra de Fowley-Doyle. Mais do que isso, você mergulha nos segredos por trás de Elsie, o verdadeiro fio condutor da narrativa. A concepção da “caixa de segredos”, então, nem se fala. É uma ideia fantástica que se conecta à trama. Além disso, no desenrolar da história, surgem os questionamentos da adolescência, comuns no gênero Y.A., mas, pelo fato de o livro ser curto, provavelmente, alguns leitores poderão sentir falta de um desenvolvimento melhor de certas problemáticas. Eu, sinceramente, não me incomodei, pois acredito que o foco do livro é mais o suspense (por que ocorrem os acidentes?) do que as questões íntimas dos personagens (mesmo que ambas estejam entrelaçadas). No entanto, na minha humilde opinião, acho que a autora poderia desbravar mais a fundo por outros mares: o do terror.

Fowley-Doyle tem história original e muito interessante. Um prato cheio para intensificar o medo. Algumas descrições poderiam ser mais detalhadas. Arriscando mais no sombrio, em vez de focar demasiadamente em sonhos e devaneios. A trama tem um forte potencial para o terror; ela deveria ter abusado mais disso (desculpem o desabafo, sou fã do gênero e, quando vejo uma boa oportunidade de explorar os ingredientes – Elsie, Irlanda e casa assombrada – perdida, me sinto na obrigação de comentar).

Com exceção dos devaneios – como falei acima, são dispensáveis-, a escrita da autora é ágil e objetiva. Ela não enrola. Vai direto ao ponto. Isso é bom! Em cada capítulo, acontecem novos fatos que fazem com que você não queira largar o livro. Outro ponto que me agradou em Temporada de Acidentes foi os personagens. Consegui ter apreço por todos – o que é quase uma raridade. É nítido, principalmente no término da leitura, os dilemas de cada um deles e, assim, fica fácil compreender as suas atitudes. Aí vai um adento: um dos pontos que o gênero Y.A. traz para a literatura é a complexidade da representação dos jovens. Como tem que ser! Mesmo que a premissa principal tenha uma pegada mais de mistério, a obra reflete esta característica e fortalece o gênero.

'Temporada de Acidentes' / Facebook Intrínseca

‘Temporada de Acidentes’ / Facebook Intrínseca

Temporada de Acidentes é aquele livro cheio de segredos que gera o efeito “QUERO SABER O FINAL, AGORA!”. Em contrapartida, tem também o outro efeito “NÃO QUERO QUE ACABE”, com aquele receio de que o final não supere as expectativas. Acredito que, nesse conflito, o principal é você curtir genuinamente o mistério. Esse é o barato! Dificilmente uma obra supera as expectativas e consegue ser tão arrebatadora como as especulações. A obra de Fowley-Doyl não foge a esta regra. Fiz muitas elucubrações. Algumas se concretizaram e outras, me pegaram de surpresa. Digo que a autora ligou boa parte dos pontos e fez um desfecho digno. Se você curte o gênero e quer algo um pouco mais sombrio, recomendo – e muito! – a leitura de Temporada de Acidentes.

Banner Saiba onde comprar

FnacLivraria CulturaLivraria da FolhaLivraria da TravessaSaraivaSubmarino

Ficha Técnica Temporada de Acidentes

 

 

 

 

 

Um Young Adult mais sombrio, cheio de segredos e acidentes!

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário