Espaço Intrínseca, agora no Rio de Janeiro

Editora Intrínseca inaugura espaço exclusivo na Fnac do BarraShopping, Zona Oeste do Rio, nesta quarta-feira, dia 8, a partir das 19h30

Espaço Intrínseca foi inaugurado em março, em São Paulo, e chega agora ao Rio/Foto: Divulgação
Espaço Intrínseca foi inaugurado em março, em São Paulo, e chega agora ao Rio/Foto: Site Intrínseca

Que tal um espaço exclusivo e aconchegante dentro de uma grande livraria para você aproveitar os seus livros preferidos e, de quebra, ainda participar de promoções e ganhar brindes? Pois a partir desta quarta-feira, dia 8, isso será possível. A editora Intrínseca inaugura na Fnac do BarraShopping, na Zona Oeste do Rio, às 19h30, o Espaço Intrínseca, voltado apenas para os títulos da editora. A iniciativa teve início em São Paulo, na Fnac de Pinheiros, e fez tanto sucesso que, além de ser estendida, ganhou uma versão carioca.

Na área de 15 metros quadrados, os leitores terão acesso a materiais, atividades e promoções especiais, bem como o catálogo ativo da Intrínseca. De acordo com Heloiza Daou, gerente de marketing da editora, a ideia do espaço veio através de uma reunião em conjunto com a Fnac, na qual eles afirmaram sentir “a necessidade de ter um ambiente mais jovem e moderno dentro da Loja de Pinheiro”. O retorno, afirmou Heloiza, superou as expectativas de ambos os lados e ajudou a fortalecer a marca tanto nas redes sociais quanto fora delas.

Espaço Intrínseca da FNAC Pinheiros, em São Paulo
Espaço Intrínseca da Fnac Pinheiros, em São Paulo/Foto: Site Intrínseca

“Como a Intrínseca é uma editora que tem esse público (jovem) muito forte e ativo, sugerimos a criação de um lounge aconchegante, com cara de sala de estar, com nossos materiais e brindes”, explicou a gerente ao Vai Lendo. “Dessa forma, as pessoas podem ter um contato mais direto com os livros e novidades da editora. E o retorno foi ótimo, tanto para nós quanto para a Fnac. Tivemos um fluxo bacana de leitores fãs da Intrínseca que não frequentavam a loja de Pinheiros, além do fortalecimento da marca nas redes sociais e fora delas. A ideia, desde o início, era abrir o espaço em São Paulo e no Rio, mas precisávamos testar como funcionaria o dia a dia para os consumidores e a Fnac Foi um sucesso e, agora, temos a oportunidade de estabelecer o projeto em outras praças”.

Para estreitar ainda mais os laços com os leitores, a Intrínseca planeja, a partir do lançamento do Espaço no Rio, investir em pequenos eventos nas lojas, como Clube de Leitura, encontro de blogueiros e, até mesmo, leitura para as crianças. Heloiza também confirmou a realização de promoções exclusivas envolvendo brindes, kits e livros da Intrínseca nas lojas que possuam o espaço. Para participar, será possível fazer um cadastro para concorrer mensalmente aos prêmios da editora.

Espaço Intrínseca da FNAC Pinheiros, em São Paulo/Foto: Divulgação
Espaço Intrínseca da Fnac Pinheiros, em São Paulo/Foto: Site Intrínseca

“Acreditamos que o contato direto do fã com a editora, seja por meio da internet ou fisicamente, influencia, estreita e humaniza a relação empresa-consumidor”, disse a gerente. “Quem já gosta dos lançamentos passa a frequentar o espaço em busca das novidades e materiais dos livros que ama. Quem não conhece a Intrínseca passa a conhecer quando, no meio de uma loja tão grande, encontra um ambiente confortável e convidativo. O Espaço funciona perfeitamente tanto para agradar quem já é usuário como para conquistar os que ainda não são. Apesar de  não ser um espaço muito grande, acreditamos que uma agenda de atividades pode tornar o local ainda mais interessante”.

Em São Paulo, o Espaço Intrínseca foi inaugurado em março, e a ação foi estendida, sem prazo de encerramento. No Rio, a princípio, a iniciativa funcionará por três meses. Tanto a editora quanto a loja já estudam a expansão do projeto para outras cidades. Ou seja, caros amigos leitores, torçam, aproveitem e preparem a estante!

 

Juliana d'Arêde

Jornalista de coração. Leitora por vocação. Completamente apaixonada pelo universo dos livros, adoraria ser amiga da Jane Austen, desvendar símbolos com Robert Langdon, estudar em Hogwarts (e ser da Grifinória, é claro), ouvir histórias contadas pelo próprio Sidney Sheldon, conhecer Avalon e Camelot e experimentar a magia ao lado de Marion Zimmer Bradley, mas conheceu Mauricio de Sousa e Pedro Bandeira e não poderia ser mais realizada "literariamente". Ainda terá uma biblioteca em casa, tipo aquela de "A Bela e a Fera".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.