Companhia das Letras e Objetiva se integram

Pode até ter sido 1º de abril, mas não é mentira. Em comunicado oficial publicado nesta quarta-feira, a Companhia das Letras e a Editora Objetiva anunciaram a integração entre as editoras, que passaram a formar o Grupo Companhia das Letras, sendo, a partir de então, um dos maiores do mercado brasileiro. 

Selos do novo Grupo Companhia das Letras/Divulgação
Selos do novo Grupo Companhia das Letras/Divulgação

Agora, no total, o grupo, comandado por Luiz Schwartcz – fundador da Companhia das Letras -, será responsável por 19 selos que lançam, em média, 45 novos títulos por mês, segundo informações da nota divulgada: Alfaguara, Alfaguara Infantil, Boa Companhia, Breve Companhia, Claro Enigma, Companhia das Letras, Companhia das Letrinhas, Companhia de Bolso, Foglio, Fontanar, Objetiva, Panelinha, Paralela, Penguin-Companhia, Ponto de Leitura, Portfolio-Penguin, Quadrinhos na Companhia, Seguinte e Suma de Letras. Ainda segundo os editores, não haverá mudança de selos em relação aos autores.

Com sede localizada em São Paulo, o novo grupo também vai ocupar espaço no Rio de Janeiro, onde continuará funcionando a sede da Editora Objetiva, pois acredita-se que “a presença nas duas cidades de maior vitalidade cultural no país enriquecerá e diversificará ainda mais, tanto do ponto de vista intelectual quando do literário, o universo de atuação do novo grupo editorial”.

Para saber mais sobre o acordo firmado entre a Companhia das Letras e a Editora Objetiva acesse o Blog da Companhia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.