Bienal do Livro de SP começa nesta sexta (22)

Crianças esperam ansiosamente pela chegada do seu dia, do aniversário e do Natal para receber os tão esperados presentes. Os chocólatras e amantes de açúcar, por sua vez, contam as horas para a Páscoa e pelo saquinho de São Cosme e Damião. Mas, para os mais ávidos leitores, a espera é árdua e mais demorada. Afinal, é preciso aguardar pacientemente dois anos para que se chegue ao paraíso literário: a Bienal do Livro. Mas essa espera acabou, pois a partir dessa sexta (22) até o dia 31 de agosto acontece a 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

Divulgação
Divulgação

Com uma mistura de literatura, diversão, negócios, gastronomia e cultura, o evento reúne as principais editoras, livrarias e distribuidoras do país, totalizando aproximadamente 480 expositores. Dentre os autores com presença confirmada estão Carolina Munhoz (A Fada), Cassandra Clarke (da série Os Instrumentos Mortais), Eduardo Spohr (A Batalha do Apocalipse), Hugh Howey (Silo), Kiera Cass (autora da trilogia A Seleção), Ken Follet (trilogia O Século), Maurício de Sousa, Paula Pimenta (Fazendo meu Filme), Pedro Bandeira, Raphael Draccon (série Dragões de Éter), Thalita Rebouças, Ziraldo, entre outros.

Confira toda a programação da 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo aqui.

Serviço:

De 22 a 31 de Agosto de 2014
Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – CEP 02012-021 São Paulo – SP

Horário de Visitação:

Segunda à sexta-feira, das 9h às 22h (com entrada até as 21h)
Sábados e domingos, das 10h às 22h (com entrada até as 21h)
Dia 31 de agosto, das 10h às 21h (com entrada até as 19h)

Embarque/Desembarque – Rua Marechal Odylio Dennys, oposto ao nº 70.

Juliana d'Arêde

Jornalista de coração. Leitora por vocação. Completamente apaixonada pelo universo dos livros, adoraria ser amiga da Jane Austen, desvendar símbolos com Robert Langdon, estudar em Hogwarts (e ser da Grifinória, é claro), ouvir histórias contadas pelo próprio Sidney Sheldon, conhecer Avalon e Camelot e experimentar a magia ao lado de Marion Zimmer Bradley, mas conheceu Mauricio de Sousa e Pedro Bandeira e não poderia ser mais realizada "literariamente". Ainda terá uma biblioteca em casa, tipo aquela de "A Bela e a Fera".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.