EspeciaisVai Lendo na Argentina

Os aconchegantes cafés literários de Buenos Aires

22 abril, 2014 por

Ser um leitor na Argentina é algo extremamente prazeroso. Não só por você descobrir as curiosidades desse universo sob o ponto de vista de outra cultura, mas também pelas novas experiências e histórias que podem ser encontradas no meio do caminho. Em nossa terceira matéria de uma série de reportagens especiais sobre o mundo literário dos hermanos, gostaríamos de levar vocês àqueles lugares que praticamente todos os leitores gostam de ir para aproveitar momentos de puro relaxamento e de certa “fuga da realidade”. Após falarmos sobre a origem da carismática Mafalda, através de um passeio pelo simpático bairro San Telmo, e de apresentarmos a deslumbrante livraria Ateneo Grand Splendid, convidamos vocês a conhecer alguns dos principais e mais aconchegantes cafés literários de Buenos Aires.

Espaço literário do Eterna Cadencia/Divulgação

Espaço literário do Eterna Cadencia/Divulgação

Uma casa com requintes do século 20, um bar, uma livraria e um espaço para eventos podem “conviver” num mesmo espaço? No bairro de Palermo, sim, e a Eterna Cadencia é a prova viva disso. Dentro do local decorado com madeira e ar histórico, leitores podem desfrutar de um ambiente heterogêneo, capaz de satisfazer todos os gostos. Enquanto você se deleita nas páginas de um bom livro – de um catálogo incrivelmente completo e variado -, também pode desfrutar do menu do dia ou de um delicioso café. O escritório da editora, que leva o mesmo nome do estabelecimento, inclusive, também faz parte do empreendimento. Caso queira algo mais informal, o bar está à disposição, com leituras e oficinas literárias, por exemplo. E tudo funciona harmoniosamente, com leitores e funcionários unidos para que todos os livros possam ser aproveitados da melhor maneira possível, sem qualquer dano às obras.

Espaços de Café e Bar e Literário do Eterna Cadencia/Divulgação

Espaços de Café e Bar e Literário do Eterna Cadencia/Divulgação

Fachada do Café La Poesia/Divulgação

Fachada do Café La Poesia/Divulgação

Já no histórico bairro de Montserrat, não tem como deixar de visitar o café que também leva o mesmo nome: Café Montserrat. Se você aprecia aquele tempo para colocar em dia a sua leitura e ainda curtir um bom momento comos amigos, esse é o lugar ideal. Inaugurado em 1991, o Café Montserrat, dizem, é o melhor espaço para se aprofundar pela cultura da boemia portenha. Isso porque, na época em que ele foi aberto ao público, um grupo de poetas que havia perdido o local de suas reuniões pediu para utilizar o espaço, pedido esse que foi prontamente acatado pelos donos do estabelecimento. Desde então, o lugar oferece, nas primeiras e terceiras sextas do mês, o Café Literário “Antonio Aliberti”, com leituras programadas, apresentação e discussão de livros, debates abertos, além da visita de personagens da literatura do país e do exterior. Tudo isso acompanhado de um cardápio com preços acessíveis. Para completar, depois de tantos eventos realizados, o Café Montserrat montou também uma biblioteca composta com esses registros e doações de seus próprios frequentadores.

Para quem gosta de poesia e espaços literários, o Café La Poesia é parada obrigatória. Um dos cafés mais conhecidos (e concorridos) da capital argentina, o La Poesia está localizado, como não poderia deixar de ser, em San Telmo, o bairro preferido dos amantes de livros. Inaugurado pelo poeta Rubén Derlis, em 1982, o local já foi ponto de encontro para artistas que buscavam espaço com a chegada da democracia. Sua decoração também é um charme à parte, com objetos reciclados, madeira antiga e paredes utilizadas para exposições de fotografias. O La Poesia é a mistura perfeita de lazer, cultura e gastronomia, oferecendo inúmeras atividades culturais, bem como uma biblioteca à disposição de todos. Tudo ao som de música ao vivo.

Ou seja, Buenos Aires é uma cidade encantadora para todos nós, leitores assíduos! E aguardem a quarta e última matéria da nossa série, na próxima terça! Uma ideia bastante criativa e solidária, para levar a leitura a todos os que desejam!

 

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

3 Comentários

  • […] cafés literários antes  comuns apenas no exterior  e em épocas diferentes, hoje tomam proporções grandes. O que antes não era comum, hoje tem […]

  • […] prazeroso, não somente pelos livros, mas também pela quantidade (e qualidade) dos inúmeros café literários distribuídos pela capital, Buenos Aires. Tem para todos os gostos, desde os mais simples até os […]

  • […] o “bairro da Mafalda“, passando pela deslumbrante livraria Ateneo até os aconchegantes cafés literários espalhados por toda Buenos Aires. Descobrimos tantas coisas bacanas nessa área de literatura dos […]