Compartilhe a leitura com alguém

compartilhe livro

Ler é uma ação solitária? Pode ser, mas nada impede também que ela seja compartilhada. E, cá entre nós, dividir uma leitura pode ser uma ótima experiência. Tudo bem, não é legal você contar um segredo de um livro ou falar quem termina com quem (uma vez, revelei para a minha avó quem era o assassino de um suspense; ela quase me trucidou, mas, em minha defesa, eu era criança).

Enfim, voltando para o lado bom da coisa, as histórias compartilhadas ganham um toque especial, afinal, você pode dividir com outras pessoas todas as sensações vividas pelos personagens e as situações às quais eles são submetidos. Sabe aquele nó na garganta, ou quando você pensa “não faça isso, seu idiota!”, ou, até mesmo, aqueles finais em que o (a) leitor(a) suplica para o mocinho não terminar com a fulana? Vamos botar para fora! Discutir, comentar… Nada é mais válido do que trocar ideias e pontos de vista. A leitura só engrandece!

Ok, você é daqueles que gostam de sentir um livro? Curte ficar filosofando interiormente? Não tem problema! Mas já pensou em escrever tudo isso? É, colocar as suas emoções no papel. Não precisa mostrar para ninguém, compartilhe com você mesmo. Depois de um tempo, quando você reler as suas anotações, vai ter uma surpresa. Os sentimentos mudam, assim como as nossas emoções. A experiência vai ser incrível, pois estará em suas mãos algo que nem Ginkgo Biloba pode te proporcionar: detalhes minuciosos de uma relação com a narrativa.

Trocar ideias sobre um livro pode aproximar as pessoas. Sabe aquele colega com quem você não tem muito assunto? Basta descobrir uma leitura em comum para a conversa durar por toda uma eternidade. E aquele casal que ainda não se deu conta de que um é a metade da laranja do outro? Uma aventura literária pode quebrar o gelo. E um almoço inteiro falando de Katniss e Peeta revela que tem um novo romance pintando na área.

É… Parece que o cupido, em vez de me tacar uma flecha, arremessou logo a trilogia de Jogos Vorazes. Não são só as músicas que embalam a vida dos casais, mas uma boa leitura também. E quando esta aventura vira filme, nada melhor do que ampliar os horizontes, fazendo aquela sessão pipoca especial. Eu ainda não tenho uma canção do casal, mas certamente um livro. Um livro que, apesar de toda a trama de tensão e violência, tem uma ótima história de amor. Depois falam que um livro não marca.

Compartilhe a leitura com alguém. As histórias certamente ganharão um outro contorno e a experiência será muito mais prazerosa… E, quem sabe, você não descola um novo amor?

Por Daniel Lanhas

Daniel Lanhas

Apaixonado por histórias, tramas e personagens. É o tipo de leitor que fica obsessivamente tentando adivinhar o que vai acontecer, porém gosta de ser surpreendido. Independente do gênero, dispensando apenas os romances melosos, prefere os livros digitais aos impressos, pois, assim, ele pode carregar para qualquer lugar.

Um comentário em “Compartilhe a leitura com alguém

  • 25/11/2013 em 22:31
    Permalink

    Leitura tem que ser compartilhada, não tem coisa melhor do que conversar com pessoas que gostam do mesmo livro que vc.
    AMO e sou VICIADA em Jogos Vorazes, muito bem escrito. Faz uma visitinha no meu blog, tem opções de leitura e também tem o instagram @instaleitores, sempre falamos de livros em geral, venha compartilhar esse estilo de vida conosco.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.