GeralNotícias

Empresa quer ser a “Netflix dos livros”

19 setembro, 2013 por
Aplicativo da Oyster/Divulgação

Aplicativo da Oyster/Divulgação

Você, que é viciado em livro, já parou para pensar em ter acesso a milhares de obras e acessá-las de onde (e quando) quiser? Parece um sonho? Mas não é. E está quase virando realidade. Isso porque a Oyster, uma startup norte-americana oferece o seguinte serviço, com um acervo de mais de 100 mil livro, por uma assinatura de US$ 10 por mês.

O objetivo da Oyster é servir como uma espécie de “Netflix (serviço de transmissão de filmes e séries pela internet) dos livros”. O catálogo é oferecido para os assinantes também em aplicativos para iPhone e iPod Touch.  Já está em produção o aplicativo para iPad, que deve ser lançado ainda este ano. O software, no entanto, está disponível, até o momento, apenas para os Estados Unidos, mas há a possibilidade de os usuários lerem as obras fora do país e offline.

Assim como a Oyster, outras empresas possuem serviços semelhantes, como a Amazon, com a sua Lending Library de livros para os clientes Amazon Prime. Contudo, pela Amazon os usuários podem ler apenas um livro por vez e somente através do Kindle, seja e-reader ou tablet. Já as Bookboard e Speakabook vendem assinaturas de livros digitais para crianças, enquanto a Booksfree oferece assinatura de livros físicos, mas não digitais. O diferencial da Oyster, portanto, é justamente a sua seleção variada, sem qualquer tipo de restrição de quantidade para os assinantes.

Por enquanto, a utilização do serviço acontece somente por meio de convites, e a empresa ainda não anunciou planos para lançar aplicativos para Android e outras plataformas, bem como disponibilizar para outros países.

Fonte

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário