Meus Dias Com Você, de Clare Swatman | Resenha

book:
clare swatman

Reviewed by:
Rating:
4
On 06/10/2017
Last modified:05/12/2017

Summary:

Um romance real, emocionante e agridoce.

‘Meus Dias Com Você’: lágrimas e reflexão

E se você tivesse uma segunda chance? Faria tudo diferente ou aceitaria o próprio destino? Clare Swatman, com muita delicadeza e sensibilidade, nos leva a refletir sobre o que realmente importa em Meus Dias Com Você, publicado pela editora Arqueiro.

Em Meus Dias Com Você, a morte precoce do marido deixa Zoe completamente devastada. E, para piorar, no dia em que tudo aconteceu, eles tiveram uma discussão terrível e se despediram de maneira muito brusca. Com isso, Zoe não conseguia deixar de pensar que não disse a Ed o quanto o amava e se poderia tê-lo salvado e reconstruído o amor entre eles, caso as coisas fossem diferentes. Até que, dois meses depois, ao cuidar do jardim do marido, Zoe acaba caindo e desmaiando. E, quando acorda, descobre que está em 1993, mais precisamente no dia em que conheceu Ed na faculdade! A partir daí, ela passa a reviver alguns dos momentos mais importantes de sua vida e percebe que pode ter conseguido a tão sonhada chance de mudar tudo.

Olha, minha gente, haja coração para essa leitura. Principalmente se você for uma pessoa romântica, extremamente emotiva e sensível. Como eu, por exemplo. Meus Dias Com Você é um soco no estômago e, ao mesmo tempo, uma história profundamente tocante. Fiquei tão envolvida que foi muito difícil acompanhar todo o sofrimento e a expectativa de Zoe, ao longo da leitura. Porque o sofrimento dela é tão real, tão verdadeiro e sincero que é impossível você não se colocar no lugar dela. E perder as pessoas que amo é o meu maior medo da vida.

Por falar em Zoe, por mais que a história fuja completamente da realidade, ela é uma protagonista, uma personagem verdadeiramente real. Assim como Ed e seu relacionamento. Clare consegue representar perfeitamente a vida e os conflitos de um casal como outro qualquer. Seus altos e baixos, seus medos e incertezas, seus questionamentos e problemas. É tudo muito humano. Talvez seja por isso mesmo que, ainda que a trama seja um tanto quanto fantástica, a narrativa consiga ser igualmente factível. Por que Zoe, Ed, Jane e todos os outros estão longe de serem perfeitos. Todos têm as suas qualidades, mas também seus defeitos. Eles podem ser qualquer um de nós. E tudo isso consegue ficar muito perceptível para o leitor.

Achei fascinante viajar no tempo com Zoe, Ed, Jane e companhia e ver a personagem se redescobrindo e amadurecendo (por mais adultos que sejamos, acredito que aprendemos e evoluímos constantemente ao longo da vida). Através da jornada de Zoe, Clare nos faz refletir sobre as nossas próprias prioridades e a perda de tempo. Sobre coisas que nos incomodam e que permitimos que tomem proporções maiores do que o necessário e que podem consumir e desgastar a nossa mente e principalmente o nosso coração.

A escrita de Clare é forte, intensa, mas traz também uma delicadeza para amenizar tamanhas emoções que o texto nos desperta. Mais do que tudo, Meus Dias Com Você não deixa de ser uma lição de vida. Não deixe para depois, não tenha medo de dizer “eu te amo”, não perca tempo. Viva e ame intensamente.

Um romance real, emocionante e agridoce.

Juliana d'Arêde

Jornalista de coração. Leitora por vocação. Completamente apaixonada pelo universo dos livros, adoraria ser amiga da Jane Austen, desvendar símbolos com Robert Langdon, estudar em Hogwarts (e ser da Grifinória, é claro), ouvir histórias contadas pelo próprio Sidney Sheldon, conhecer Avalon e Camelot e experimentar a magia ao lado de Marion Zimmer Bradley, mas conheceu Mauricio de Sousa e Pedro Bandeira e não poderia ser mais realizada “literariamente”. Ainda terá uma biblioteca em casa, tipo aquela de “A Bela e a Fera”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.